Review do Filme: Corra!

O filme Corra! (Get Out) é o trabalho inaugural do diretor Jordan Peele. Ele foi produzido pela Blumhouse Productions, a mesma produtora de Sobrenatural, Uma Noite de Crime, A Visita e Hush – A Morte Ouve. O filme teve somente 4,5 milhões de dólares de orçamento e rendeu aos estúdios mais de 250 milhões de dólares de bilheteria.

Na trama temos Chris, um fotógrafo de classe média e afro-americano. Um artista pacato que acaba se envolvendo pouco a pouco em uma situação horrível. O jovem acaba se apaixonando por uma mulher jovem Rose que resolve levá-lo para conhecer seus pais em um grande almoço de fim de semana com sua família, os Armitage. O desenvolvimento da trama nos lança para uma série de acontecimentos bizarros, algo bem similar ao explorado em outros filmes do gênero como A Visita, por exemplo.

Review do Filme Get Out

O filme faz muitas referências a tipos de preconceitos velados pela sociedade, com críticas sociais bem óbvias de Jordan Peele à classe artística e à sociedade americana. Rose, por exemplo, chega a comentar que seus pais votaram no Obama, que eles não têm preconceitos de etnia. Essa crítica do filme fica ainda mais pronunciada, pois na época do lançamento do filme houve uma grande manifestação da KKK e que mostra mais uma vez o grande preconceito étnico que ainda há latente nos Estados Unidos.

Nesses tempos de ódio sem filtros, sem pudores, em que há tanto hate pelas redes sociais, para arranjar empregos e até mesmo em situações cotidianas é essencial que cada vez mais diretores levem esses temas para a telona, mas é lamentável que temos de ter ainda um diretor afro-descendente para levar essa pauta para frente, um fato que fica ainda mais em destaque se observamos o orçamento que dedicaram para o filme e o quanto que o filme fez sucesso, mesmo com um orçamento tão baixo, mostrando a disparidade das apostas de temas em hollywood e à escolha de casts.

Filme Corra de Suspense e Terror - Uma alusão ao preconceito na sociedade e cinema

Acredito que a retratação do protagonista como um personagem perspicaz e inteligente foi muito acertada também para reforçar essa crítica, pois é um contraponto ao preconceito que há na audiência americana. Chris só se viu em uma situação como essas, pois estava completamente apaixonado. O diretor ainda brinca com alguns clichês do cinema clássico para suportar a sua crítica, como a tradição horrível em países escravocratas de se ter descendentes africanos como empregados ou ajudantes.

Algumas das reviravoltas do filme são muito bem montadas, escolhidas a dedo e explicadas, mas algumas o diretor perde a mão, como uma ao final da história em especial, que não contaremos para não revelar detalhes demais da trama.

Corra! consegue nos prender na cadeira, esperando cena após cena. Somos apresentados aos personagens ao mesmo passo em que Chris os conhece. Um mais suspeito que o outro.  O filme tem seus alívios cômicos, alternando em ligações para o amigo de Chris, o segurança de aeroporto Rod Williams, que conversa em paralelo com o protagonista, servindo de conselheiro para o protagonista.

Destaque também para os paralelos com a profissão de Chris com o enredo da história, fazendo uma alusão à câmara escura, com o belo trabalho de fotografia, com jogos de câmera, poucos efeitos especiais e utilizando-se de forma inteligente do orçamento, pois reúne um cast só com feras do cinema e da TV, uma trilha sonora que nos deixa com muita agonia em todos os momentos e sem se apoiar em cenas de susto sem propósito.

Me senti surpreso com Corra! A dica é evitar os trailers, eles contam demais da história. Queria que tivéssemos muito mais filmes assim de suspense sendo lançados para aproveitar o silêncio dessas noites de inverno e realmente ter medo de ficar sozinho no escuro.

Minha avaliação:

Roteiro
Fotografia
Direção
Atuações
Trilha Sonora
Média
Alonso Dias

Alonso Dias

Colaborador em eVídeoclipe
Produtor de conteúdo, sonhador e um apaixonado por livros e filmes de ficção científica e de fantasia desde pequeno.
Alonso Dias

Alonso Dias

Produtor de conteúdo, sonhador e um apaixonado por livros e filmes de ficção científica e de fantasia desde pequeno.

Comente tudo sobre filmes, séries, animes e games

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM