Tecnologias em Filmes de Ficção Científica que Viraram Realidade

Temos diversos exemplos na Cultura Pop, em filmes clássicos e também novos, assim como em séries de TV e em livros, de tecnologias que eram apenas vislumbres, ideias malucas e improváveis de serem alcançadas em nosso tempo de vida.

Essa série de artigos trará exemplos de como as tecnologias podem ser imaginadas na telona e como podem popular o imaginário humano até que cientistas ou empreendedores possam aplicar a ideia e provar que não era apenas algo a ser imaginado, mas tangível.

O impossível vira realidade, das telas para o nosso dia a dia. Você tem algum exemplo como esses? Envie suas dicas pela guia contato e participe você também.

Elevador que Também Segue Horizontalmente

Thysen Elevador HOrizontal

Como citado em diversos portais de notícias, a ThyssenKrupp, uma das empresas líderes em fabricação de elevadores pelo mundo, desenvolveu um elevador que foi projetado para resolver um problema constante nos centros urbanos. Há uma intensa necessidade de locomoção em prédios de empresas pelos corredores e a maioria desses percursos poderia ser feito via elevador.

Esse elevador é uma realidade e se desloca por meio de trilhos com eletromagnetismo. O projeto foi chamado de ThyssenKrupp Multi e já tem o seu primeiro cliente, um prédio residencial em Berlim.

O Cubo - Elevador transversal
Peças de “O Cubo” são grandes elevadores multi-direcionais

Podemos citar inúmeros exemplos em filmes, mas os principais que encontramos, os mais memoráveis foram o remake de Total Recall (O Vingador do Futuro) e o filme de terror o Cubo.

Total Recall Remake
Elevador nas cenas do remake de Total Recall

Em O Vingador do Futuro há uma cena de luta por cima de elevadores que se movem para todas as direções e servem de desafio na hora do combate, já no filme o Cubo, há a parte exterior do Cubo, a movimentação estrutural dos cubos é feita dessa forma.

Reconhecimento de Face em Todos os Lugares

Reconhecimento facial para sorrisos em compras no varejo
O reconhecimento facial já é aplicado no varejo pelo mundo.

Tema recorrente em diversos filmes de ficção científica, assim como em séries de TV como Person of Interest, o reconhecimento de face faz já parte do imaginário popular. Câmeras domésticas já contam com reconhecimento de alguns detalhes cruciais como olhos e posição das faces, mas tudo foi antes imaginado pelos filmes e livros.

Se formos analisar mais a fundo com certeza encontraremos mais referências, mas logo de cara conseguimos citar os já clássicos Minority Report: A Nova Lei, Jason Bourne, Missão Impossível 4: Protocolo Fantasma e também o Inimigo do Estado. Nestes filmes a vigilância era um fator decisivo e recurso de roteiro para encontrar o criminoso ou procurado com mais rapidez em meio ao público.

Inimigo do estado - reconhecimento facial em filmes
No filme “Inimigo do Estado” o reconhecimento facial é usado para perseguição governamental de um inocente

Esse tipo de tecnologia foi se desenvolvendo e hoje temos aplicações cada vez mais completas e eficazes, como o uso em vitrines para medir o nível de satisfação dos compradores e até mesmo para escanear possíveis terroristas em aeroportos e outros locais pelo mundo. Essas ações em certas vezes ocorrem sem a aprovação do público impactado, algo que no futuro próximo se tornará cada vez mais um assunto na mídia e que deve ser discutido. Até quanto a nossa privacidade importará rumo a um mundo mais seguro?

Demonstrativo da Inteligencia artificial de camera de segurança
IA para encontrar desaparecidos em implantação real. Who watches de watchmen?

Recentemente a Motorola anunciou um projeto em parceria com uma empresa de inteligência artificial chamada Neurala, que é capaz de sincronizar todas as câmeras que os policiais americanos carregam para que possam reconhecer padrões faciais e encontrar crianças desaparecidas. Um projeto com um objetivo nobre, mas que pode causar problemas sérios de privacidade se manipulados posteriormente por entidades má intencionadas.

Tradutor de Diversos Idiomas Direto no Ouvido

Pilot tradutor bilingual automático para ouvido
Pilot é o Babel Fish no mundo real

Um dos maiores sonhos da humanidade é o de se comunicar com um só idioma, com uma só linguagem e transmitir suas mensagens sem ruídos. O caso é exemplificado como problema até mesmo na Bíblia, com a Torre de Babel, que demonstra como a ideia de reunir diversos povos pode não dar muito certo em uma empreitada, sem liderança única.

Mas e se pudéssemos traduzir automaticamente tudo o que ouvimos e diretamente no ouvido? As tecnologias de tradução, ao menos da essência da comunicação no cotidiano não é mais ficção científica.

A Wavery Labs, startup americana criou o Pilot, o primeiro tradutor prático e automático bilingual para ser posicionado diretamente no ouvido, como um fone, ajudando o usuário a traduzir automaticamente tudo o que ouve. O projeto foi apoiado via Indiegogo para implementação e vai mudar a forma com que todos fazem negócios.

Antes disso esse tipo de tecnologia exigia programas para celular, tornando a conversa muito mais mecânica e menos natural. Da forma como é implementada, ambos os interlocutores conseguem ouvir em seu idioma nativo o que é falado pela outra parte. Tudo sincronizado via bluetooth e sem necessidade de Internet.

Babel Fish
Babel Fish em Guia do Mochileiro das Galáxias

Quem diria que esse tipo de tecnologia era apenas uma ficção, pensada principalmente pela obra Guia do Mochileiro das Galáxias, escrito por Douglas Adams e que virou filme também. O Babel Fish (curiosamente uma alusão também à Torre de Babel), possibilita com que todos possam ouvir os idiomas de diversos povos do espaço de forma natural e permitir uma “universalização” dos povos.

E vocês? O que mais indicam como ideias que vieram da cultura pop e do cinema? Digam nos comentários!

Alonso Dias

Alonso Dias

Colaborador em eVídeoclipe
Produtor de conteúdo, sonhador e um apaixonado por livros e filmes de ficção científica e de fantasia desde pequeno.
Alonso Dias

Alonso Dias

Produtor de conteúdo, sonhador e um apaixonado por livros e filmes de ficção científica e de fantasia desde pequeno.

Discuta no Site

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM